Namoro - Atração ou Distração

Todos Artigos

Crédito da Imagem:
Britus Digital, Angola

Imagine o que Adão e Eva pensariam sobre o relacionamento moço - moça se estivessem vivos hoje, sentados na lanchonete da escola....

Quer gostes ou não, moços e moças são diferentes. Pesquisas têm demonstrado que essas diferenças existem numa maioria absoluta de homens e mulheres.
Essas diferenças muitas vezes causam desentendimentos em relacionamentos de amizade e namoro. Uma grande diferença é a maneira como rapazes e moças agem ao formarem e manterem amizades.

Moços andam em grupos. Suas amizades freqüentemente são baseadas nas pessoas com as quais fazem as coisas. As Moças, por outro lado, formam relacionamentos íntimos, e suas amizades desenvolvem-se a partir da troca de emoções. A maioria dos rapazes acham difícil conversar a sério num nível emocional porque estão acostumados a relacionar-se num nível competitivo, onde a vulnerabilidade é um risco.

As moças têm dificuldade em sentir-se íntimas de alguém a menos que possam falar sobre seus sentimentos. Logo, podemos ver como os desentendimentos entre os sexos começam nos níveis mais básicos de uma amizade.

A coisa mais importante a ser lembrada sobre suas amizades com o sexo oposto é que é preciso ser compreensivo. Não pense que ele sempre deverá fazer as coisas à sua maneira, ou que ela tem que concordar com tudo que você disser. A verdadeira amizade tem a ver com dialogar e fazer concessões. (Romanos 15:1-7).
Da mesma forma como os moços e moças constroem relacionamentos a partir de perspectivas diferentes, seus estilos de comunicação também são diferentes. Os rapazes geralmente conversam para obter ou dar informações; um tipo de conversa centralizada em objetivos.

As moças, por outro lado, usam a comunicação como uma maneira de estar mais próximas de alguém. Moças falam sobre cabelo, roupas e descrevem sentimentos.
Quando amigos se apaixonam, o relacionamento é especial, porque eles já construíram um forte fundamento de compreensão, comunicação e respeito mútuo.
Neste caso finalmente você passou a fase de transição entre uma amizade e um namoro. O rapaz que era um amigo tornou-se seu namorado. É maravilhoso, não é?
Nem sempre. Muitas vezes, namorados descobrem que o que era tão especial numa amizade se perde uma vez que começa o namoro, e começam a brigar por causa de coisas que nunca o incomodaram antes.

Para continuar crescendo como amigos enamorados, vocês precisam cuidar de cinco importantes aspectos do amor e da amizade:
1- Aspecto Social - Não se afaste de seus outros amigos e atividades sociais. Faça coisas em grupo, e com seus amigos do mesmo sexo;
2- Aspecto Mental – Jovens muitas vezes reclamam de que as “bonitas” ou os “bonitos” já estão ocupados/as, enquanto os que têm mais personalidade e cérebro acabam sozinhos em casa todo sábado à noite. Certifique-se que atrai a mente do outro, e não apenas os olhos; ou seu namoro vai se tornar um fracasso em pouco tempo;
3- Aspecto Emocional – Às vezes contamos a amigos coisas que nunca contaríamos a um namorado ou namorada. Portanto, quando amigos começam a namorar, muitas vezes se tornam menos abertos um com o outro. Isso pode significar um desastre para o relacionamento. Continue a cultivar um relacionamento em que haja segurança emocional;
4- Aspecto Físico – A forma como se relacionavam fisicamente enquanto amigos, mudará quando começarem a namorar. Muitas vezes, os casais acham que, quando começarem a namorar, seus corpos e espaço tornam-se propriedade mútua. Mas o respeito não deveria sair pela janela quando o relacionamento torna-se mais íntimo. Fique de olho em seus motivos. Leia Provérbios 16:2;
5- Aspecto Espiritual – Se o casal negligenciar seu crescimento espiritual, os outros quatro aspectos do amor e amizade serão prejudicados. Porém, se falarem livremente um com o outro, sobre Deus e as coisas espirituais, seu relacionamento ficará mais íntimo e mais profundo.

Não deixe que as diferenças entre os sexos o impeçam de usufruir e apreciar tudo o que o outro gênero tem a oferecer em termos de amizade e amor.

Categorias